Análise das vazões máximas na área urbana de São Miguel do Oeste por meio do método racional e comparação com valores observados em campo

  • Luiz Angelo Coletto Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC
  • André Tiago dos Santos UNOESC - Universidade do Oeste de Santa Catarina

Resumo

Neste trabalho testou-se a viabilidade do método racional (MR) para microdrenagem urbana na região de São Miguel do Oeste, SC, pois a este muitas vezes superestima as vazões, o que acarreta superdimensionamento de sistemas. Através de coleta de dados e medições feitas em campo, elaborou-se a curva-chave do curso de água, suas respectivas vazões e a classificação da microbacia. Feita uma análise de eficiência estatística comparativa entre os valores observados e os calculados pelo método, chegou-se a uma conclusão de que o método racional não se adapta aos eventos analisados na respectiva microbacia, pois apresentou vazões de pico maiores que as observadas.

Palavras-chave: Método racional. Área urbana. Vazões máximas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
28-06-2018
Como Citar
Coletto, L. A., & Santos, A. T. dos. (2018). Análise das vazões máximas na área urbana de São Miguel do Oeste por meio do método racional e comparação com valores observados em campo. Unoesc & Ciência - ACET, 9(1), 15-22. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/acet/article/view/15212