Propriedades físicas do solo em diferentes sistemas de uso e manejo

  • Astor Mario Konzen Universidade do Oeste de Santa Catarina.
  • Junior de Bortoli Universidade do Oeste de Santa Catarina.
  • Paulo Roberto Gomes Universidade do Oeste de Santa Catarina.
  • André Sordi Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Alceu Cericato Universidade do Oeste de Santa Catarina.

Resumo

O estudo da qualidade física do solo tem se tornado cada vez mais importante, com o propósito de encontrar parâmetros que possam identificar o melhor tipo de manejo. O objetivo do presente trabalho foi analisar as características físicas do solo – textura, densidade, porosidade total e resistência à penetração – em diferentes sistemas de uso e manejo. As amostras foram coletadas em três diferentes áreas: compota de pastagem perene, plantio direto e silagem. Para as análises de densidade do solo e porosidade total, foram abertas sete trincheiras de 40 cm de profundidade, totalizando 21 trincheiras. Para determinar a resistência do solo à penetração foi utilizado um penetrômetro com haste de 60 cm. Os dados de densidade do solo, porosidade total e resistência à penetração foram submetidos à análise de variância e teste de significância Tukey, considerando a probabilidade de erro (p≤0,05). Observa-se que em todos os sistemas de manejo o aumento da profundidade não ocasionou variação significativa da densidade e porosidade total do solo. O sistema de pastagem perene implantado foi o que apresentou a maior densidade e a menor porosidade total na camada superficial. As camadas de 10 a 15 cm de profundidade foram as que apresentaram maior resistência à penetração em sistema de pastagem perene, ocorrendo em razão do efeito acumulativo da pressão que é exercida na camada mais superficial do solo.

Palavras-chave: Física do solo. Textura. Densidade. Porosidade. Resistência à penetração.

Biografia do Autor

Astor Mario Konzen, Universidade do Oeste de Santa Catarina.
Graduado em Agronomia pela Universidade do Oeste de Santa Catarina de São José do Cedro, SC
Junior de Bortoli, Universidade do Oeste de Santa Catarina.
Graduado em Agronomia pela Universidade do Oeste de Santa Catarina de São José do Cedro, SC
Paulo Roberto Gomes, Universidade do Oeste de Santa Catarina.
Graduado em Agronomia pela Universidade do Oeste de Santa Catarina de São José do Cedro, SC
André Sordi, Universidade do Oeste de Santa Catarina
Mestre em Ciências do Solo pela Universidade Federal do Paraná; Professor do Curso de Agronomia na Universidade do Oeste de Santa Catarina de Maravilha, SC.
Alceu Cericato, Universidade do Oeste de Santa Catarina.
Doutor em Administração pela Universidade Nacional de Missiones; Mestre em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina; Professor do Curso de Agronomia na Universidade do Oeste de Santa Catarina de Maravilha, SC
Publicado
20-12-2018
Como Citar
Konzen, A. M., Bortoli, J. de, Gomes, P. R., Sordi, A., & Cericato, A. (2018). Propriedades físicas do solo em diferentes sistemas de uso e manejo. Unoesc & Ciência - ACET, 9(2), 183-190. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/acet/article/view/13031