A eficácia de agentes probióticos como terapia para a constipação intestinal na prática clínica: uma revisão integrativa

  • Wenderson Costa da Silva
  • Eduardo Brito da Silva
  • Chrisllayne Oliveira da Silva
  • César Augusto Pereira Souza Filho
  • Rafael Andrade da Silva
  • Thalia Jeovana da Silva Pereira
  • Marta Valeria Soares Chaves
  • Karen Laís Azevedo Oliveira
  • Cristina Soares Oliveira
  • Tatyanne Maria Pereira de Oliveira
Palavras-chave: Constipação intestinal, Agentes probióticos, Efeitos

Resumo

Atualmente, a constipação é caracterizada pela dificuldade que uma pessoa apresenta ao evacuar de forma persistente, visto que o indivíduo pode ter uma sensação de evacuação incompleta e/ou movimentos intestinais não frequentes. Os probióticos são microrganismos vivos que, quando administrados em doses adequadas, ajudam a restaurar o equilíbrio da microbiota da pessoa oferecendo vários benefícios relacionados, diretamente ou não, ao trato gastrointestinal. Este trabalho teve como objetivo analisar as produções científicas sobre a eficácia do uso de agentes probióticos no tratamento de constipação intestinal. O trabalho mostra-se uma revisão integrativa da literatura. Nas estratégias de busca empregadas, constatou-se a seleção de oito artigos, os quais foram identificados de A1 a A8. Todos os artigos (8/100%) encontravam-se no idioma inglês, e a maioria das publicações foram concentradas no ano 2017 (8/4-50%). A partir da análise dos estudos compreende-se que os probióticos desempenham um papel significativo em alguns problemas gastrointestinais tanto em crianças quanto em adultos. No entanto, as evidências disponíveis demonstram que não são suficientes no tratamento da constipação intestinal.

Biografia do Autor

Wenderson Costa da Silva
Graduando do Curso de Bacharelado em Enfermagem do Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão (UniFacema). Caxias-MA, Brasil.
Eduardo Brito da Silva
Graduando do Curso de Bacharelado em Enfermagem do Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão (UniFacema). Caxias-MA, Brasil
Chrisllayne Oliveira da Silva
Graduanda do Curso de Bacharelado em Enfermagem do Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão (UniFacema). Caxias-MA, Brasil
César Augusto Pereira Souza Filho
Graduando do Curso de Bacharelado em Enfermagem do Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão (UniFacema). Caxias-MA, Brasil
Rafael Andrade da Silva
Graduando do Curso de Bacharelado em Enfermagem do Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão (UniFacema). Caxias-MA, Brasil
Thalia Jeovana da Silva Pereira
Graduanda do Curso de Bacharelado em Enfermagem do Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão (UniFacema). Caxias-MA, Brasil.
Marta Valeria Soares Chaves
Graduanda do Curso de Bacharelado em Enfermagem do Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão (UniFacema). Caxias-MA, Brasil.
Karen Laís Azevedo Oliveira
Graduanda do Curso de Bacharelado em Enfermagem do Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão (UniFacema). Caxias-MA, Brasil.
Cristina Soares Oliveira
Graduanda do Curso de Bacharelado em Psicologia do Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão (UniFacema). Caxias-MA, Brasil.
Tatyanne Maria Pereira de Oliveira
Bacharel em Enfermagem pela Universidade Estadual do Maranhão (UEMA). Caxias-MA, Brasil. Mestranda em Ciências e Saúde pela Universidade Federal do Piauí-UFPI.  

Referências

CHMIELEWSKA, A.; SZAJEWSKA, H. Systematic review of randomised controlled trials: probiotics forfunctionalconstipation. World J Gastroenterol., v. 16, p. 69-75, 2010.

HUANG, R.; HU, J. Positive effect of probiotics on constipation in children: A systematic review and meta-analysis of six randomized controlled trials. Frontiers in cellular and infection microbiology, v. 3, n. 153, p. 1-9, Apr. 2017.

IBARRA, A. et al. Effects of 28-day Bifidobacterium animalis subsp. lactis HN019 supplementation on colonic transit time and gastrointestinal symptoms in adults with functional constipation: A double-blind, randomized, placebo-controlled, and dose-ranging Trial. Gut Microbes, v. 9, n. 3, p. 236-251, 2018.

INDRIO, F. et al. Prophylactic use of a probiotic in the prevention of colic, regurgitation, and functional constipation a randomized clinical trial. JAMA Pediatrics, v. 168, n. 32, p. 228-233, Mar. 2014.

JIN, L. et al. Systematic review and meta-analysis of the effect of probiotic supplementation on functional constipation in children. Medicine, v. 97, n. 39, p. 1-6, Aug. 2018.

MENDES, K. D. S.; SILVEIRA, R. C. de C. P.; GALVÃO, C. M. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto contexto – enferm., Florianópolis, v. 17, n. 4, p. 758-764, dez. 2008.

MOREIRA, T. R.; LEONHARDT, D.; CONDE, S. R. Influence of drinking a probiotic fermented milk beverage containing Bifidobacterium animalis on the symptoms of constipation. Arq Gastroenterol, v. 54, n. 3, p. 206-210, Sept. 2017.

OJETTI, V. et al. The effect of lactobacillus reuteri supplementation in adults with chronic functional constipation: a randomized, double-blind, placebo-controlled trial. J Gastrointestin Liver Dis, v. 23, n. 4, p. 387-391, Dec. 2014.

OLIVEIRA, J. L. de; ALMEIDA, C. de; BOMFIM, N. da Silva. A importância do uso de probióticos na saúde humana. Unoesc & Ciência – ACBS, Joaçaba, v. 8, n. 1, p. 7-12, jan./jun. 2017.

PEREIRA, L. S. et al. Benefícios da utilização de prebióticos, probióticos e simbióticos em adultos e idosos. Revista Geriatria & Gerontologia, São Paulo, v. 8, n. 1, p. 77-81, mar. 2014.

RUSSO, M. et al. Efficacy of a mixture of probiotic agents as complementary therapy for chronic functional constipation in childhood. Italian Journal of Pediatrics, v. 43, n. 24, p. 1-7, 2017.

SILVA, M. de S.; PINHO S.; PORTO, C. Intestinal constipation: Prevalence and associated factors in hospital outpatients in Brazilian Northeast. Nutrición Clínica y Dietética Hospitalaria, Fundación alimentación saludable, n. 1, 28 fev. 2016.

WOJTYNIAK, K.; SZAJEWSKA, H. Systematic review: probiotics for functional constipation in children. European Journal of Pediatrics, v. 176, p. 1155-1162, Aug. 2017.

WORLD GASTROENTEROLOGY ORGANISATION. Constipação: uma perspectiva mundial. Brasil: WGO, 2010.

Publicado
28-05-2019
Como Citar
Silva, W., Silva, E., Silva, C., Filho, C., Silva, R., Pereira, T., Chaves, M., Oliveira, K., Oliveira, C., & Oliveira, T. (2019). A eficácia de agentes probióticos como terapia para a constipação intestinal na prática clínica: uma revisão integrativa. Unoesc & Ciência - ACBS, 10(1), 15-22. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/acbs/article/view/20077