Efeito do herbicida metsulfuron-metílico na germinação da cultura da soja

  • Cleidiane de Souza Valentini Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Gean Lopes da Luz
  • Denian Heitor Valentini
  • Henrique Bin Lopes

Resumo

A soja (Glycine max) é a cultura de maior importância para o Brasil, em razão do alto valor agregado na sua comercialização. Tendo isso em vista, evitar a competição com plantas daninhas vem se tornando cada dia mais difícil, pois elas estão desenvolvendo resistência ao uso inadequado de herbicidas existentes no mercado. A cultura da soja tem se mostrado sensível ao ingrediente ativo metsulfuron-metílico, mesmo em intervalos entre aplicação e semeadura dentro das recomendações. Dessa forma, objetivou-se com o presente trabalho avaliar os efeitos nos estádios iniciais da cultura da soja de diferentes intervalos entre as aplicações de metsulfuron metílico e a semeadura da cultura. O experimento foi conduzido na casa de vegetação da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc) de Xanxerê, em potes plásticos; é um delineamento experimental inteiramente casualizado, com arranjo fatorial 4x5 (4 intervalos entre aplicação do herbicida e semeadura e 5 doses do ingrediente ativo metsulfuron-metílico), com quatro repetições para cada tratamento, em que foram medidas altura de planta e fitomassa seca. Os resultados mostraram que mesmo nas doses e intervalos entre aplicação e semeadura recomendados, ou seja, intervalo de 60 dias e dose de 3,3 g/ha-1, ocorreram efeitos negativos significativos tanto para a altura de planta quando para o acúmulo de massa seca das plantas.

Palavras-chave: Residual. Solo. Sulfunilureias.

Biografia do Autor

Cleidiane de Souza Valentini, Universidade do Oeste de Santa Catarina
Ciências Exatas e da Terra.
Publicado
20-12-2018
Como Citar
Valentini, C., Luz, G., Valentini, D., & Lopes, H. (2018). Efeito do herbicida metsulfuron-metílico na germinação da cultura da soja. Unoesc & Ciência - ACBS, 9(2), 153-158. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/acbs/article/view/16817