Características antropométricas e aptidão funcional de idosos participantes da academia da Unoesc Xanxerê

  • Deonilde Balduíno Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC Xanxerê
  • Sandro Claro Pedrozo Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC Xanxerê http://orcid.org/0000-0002-5068-8515
  • Mateus Augusto Bim Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC Xanxerê
  • Jean Carlos Parmigiani De Marco Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC Xanxerê

Resumo

O objetivo com este estudo foi identificar as características antropométricas e físicas de idosos participantes da academia da Unoesc Xanxerê. Foram avaliados 41 idosos utilizando os indicadores antropométricos IMC, CC, RCQ e %G, e para a aptidão funcional foi utilizado o teste de aptidão física para idosos (TAFI). Para análise dos dados foi utilizado o programa estatístico SPSS 22.0, empregando a estatística descritiva (média, desvio padrão e frequência), o teste de Shapiro-Wilk, o Teste t de student para amostras independentes e o teste U de Mann-Whitney para comparações. Analisando os resultados encontrados, observou-se nos indicadores antropométricos que a maioria dos idosos está classificada com sobrepeso e obesidade, e nos testes de aptidão funcional a maioria enquadrou-se nas classificações fraco e muito fraco, exceto no teste de resistência aeróbia, no qual a maioria apresentou classificação regular. Conclui-se que tanto as características antropométricas quanto os níveis de aptidão funcional dos idosos participantes estão aquém dos parâmetros de classificação propostos para a referida população.

Palavras-chave: Idosos. Aptidão física. Antropometria.

Publicado
20-12-2018
Como Citar
Balduíno, D., Pedrozo, S., Bim, M., & De Marco, J. (2018). Características antropométricas e aptidão funcional de idosos participantes da academia da Unoesc Xanxerê. Unoesc & Ciência - ACBS, 9(2), 119-128. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/acbs/article/view/16752