O profissional Enfermeiro na assistência ao dependente químico: revisão integrativa de literatura

  • Gilson Kohler
  • Sara Massuqueto Dias

Resumo

O objetivo com este estudo foi verificar a assistência prestada pelo enfermeiro aos dependentes químicos por meio da revisão integrativa. No procedimento metodológico desta revisão, estabeleceu-se a seguinte pergunta norteadora: como o enfermeiro tem aplicado a assistência no tratamento do dependente químico? Ao ser empregado o critério de seleção obteve-se uma população de nove artigos, dos quais se extraíram cinco categorias: atuação do enfermeiro da instituição do trabalho, cenários e rede na atenção, assistência prestada aos dependentes químicos no CAPSad e Hospital, e a família. Pôde-se concluir que a falta de preparo do enfermeiro faz com que o acolhimento seja precário, levando a dificuldades na assistência, recuperação e reinserção do dependente na sociedade.

Palavras-chave: Dependência química. Substância psicoativa. Enfermeiro.

Publicado
20-12-2018
Como Citar
Kohler, G., & Dias, S. (2018). O profissional Enfermeiro na assistência ao dependente químico: revisão integrativa de literatura. Unoesc & Ciência - ACBS, 9(2), 171-176. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/acbs/article/view/16647