Epidemiologia das intoxicações por agrotóxicos notificadas ao centro de informações toxicológicas de Santa Catarina entre 2004 e 2013

  • Tiago Mateus Andrade Vidigal Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Everton Boff Universidade do Oeste de Santa Catarina

Resumo

Com o presente trabalho teve-se como objetivo realizar um levantamento das intoxicações por agrotóxicos registradas no Estado de Santa Catarina no período de 2004 a 2013. Foi realizado um estudo descritivo transversal utilizando dados de intoxicações humanas por agrotóxicos disponibilizados pelo Centro de Informações Toxicológicas de Santa Catarina (CIT/SC). A média anual de notificações de intoxicações por agrotóxicos para o período estudado foi de 607, a maioria delas ocorreu em homens residentes nas zonas rurais, e as circunstâncias mais notificadas foram tentativa de suicídio e ocupacional. Esses resultados indicam que a população em questão apresenta vulnerabilidades e sugerem a necessidade de intervenção das autoridades a fim de desenvolver programas de prevenção, acompanhamento e diagnóstico das intoxicações por agrotóxico e das comorbidades decorrentes das intoxicações.

Palavras-chave: Epidemiologia. Intoxicação. Agrotóxico. Saúde pública.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tiago Mateus Andrade Vidigal, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Área das Ciências da Vida

Universidade do Oeste de Santa Catarina

Campus de São Miguel do Oeste - SC

Everton Boff, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Área das Ciências da Vida 

Universidade do Oeste de Santa Catarina

Campus de São Miguel do Oeste - SC

Publicado
05-10-2017
Como Citar
Vidigal, T. M. A., & Boff, E. (2017). Epidemiologia das intoxicações por agrotóxicos notificadas ao centro de informações toxicológicas de Santa Catarina entre 2004 e 2013. Unoesc & Ciência - ACBS, 8(2), 133-142. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/acbs/article/view/13223