[1]
B. Oliveira, “Utilização de cimento de ionômero de vidro com duas técnicas diferentes em restaurações classe V em dentes posteriores: relato de caso”, AO, nº 2, mar. 2018.