CONTROLE DA DOR PÓS-OPERATÓRIA DE EXODONTIAS SIMPLES COM IBUPROFENO ARGININA

  • Anderson Nardi
  • Leonardo Cecchin Bays UNOESC
  • Lucas Quioca

Resumo

A escolha adequada de medicamentos para controlar a dor pós-operatória em cirurgia bucal é uma preocupação constante dos cirurgiões-dentistas. Exodontias simples são procedimentos cirúrgicos rotineiros nos consultórios odontológicos, porém, os protocolos medicamentosos para o controle da dor pós-operatória nessas cirurgias são pouco testados. Com este estudo, objetivou-se avaliar e comparar a eficácia analgésica do anti-inflamatório ibuprofeno arginina (Spidufen®) no período pós-operatório de exodontias simples, conforme duas modalidades terapêuticas: analgesia preemptiva e analgesia preventiva. Trata-se de um ensaio clínico, aleatorizado, prospectivo e controlado por placebo. Os pacientes foram distribuídos em três grupos terapêuticos: Grupo 01 – Placebo (G1), Grupo 02 – Spidufen® preventivo (G2) e Grupo 03 – Spidufen® preemptivo (G3). Os dados foram coletados por meio de dois instrumentos: uma ficha de avaliação clínica e uma escala visual analógica (EVA) de dor pós-operatória. A análise estatística foi realizada no programa Biostat 5.0, utilizando-se dois testes não paramétricos: Kruskal-Wallis e Mann-Whitney, com nível de significância de 95% (p ≤ 0,05). Foram avaliadas 95 exodontias realizadas nas clínicas de odontologia da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc) de Joaçaba em 2014. Em 36 cirurgias, os pacientes fizeram parte do G1 (37,9%), em 31 exodontias, os pacientes participaram do G2 (32,6%) e em 28 extrações, eles constituíram o G3 (29,5%). As médias de dor relatadas no período pós-operatório foram de intensidades leves e moderadas, conforme a EVA, e decresceram com o passar de 48 horas. Os resultados não mostraram diferenças estatisticamente significativas entre os grupos terapêuticos na intensidade da dor relatada nos períodos de 6, 12, 24 e 48 horas pós-operatórias e nem na quantidade de analgésico resgate utilizada nesse mesmo período. Conclui-se que a administração de uma dose única de Spidufen® na modalidade analgésica preemptiva ou preventiva em exodontias simples não mostrou vantagem no controle da dor pós-operatória em relação ao placebo.

Palavras-chave: Analgesia. Cirurgia bucal. Dor de dente. Dor pós-operatória. Exodontia. 

Biografia do Autor

Leonardo Cecchin Bays, UNOESC

Área de Ciências da Vida (ACV)

Odontologia

Publicado
01-09-2015
Como Citar
Nardi, A., Bays, L. C., & Quioca, L. (2015). CONTROLE DA DOR PÓS-OPERATÓRIA DE EXODONTIAS SIMPLES COM IBUPROFENO ARGININA. Ação Odonto, 3(1), 34. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/acaodonto/article/view/7181
Seção
Categoria TCC