ACOMPANHAMENTO CLÍNICO POR OITO ANOS DA EFICÁCIA DOS SISTEMAS ADESIVOS EM LCNC: RELATO DE CASO

  • Jéssica Regina Gobbi UNOESC
  • Marina Sprandel UNOESC
  • Roberto César Do Amaral UNOESC
  • Bruna Eliza De Déa UNOESC

Resumo

Os sistemas adesivos são combinações de monômeros hidrofílicos e hidrofóbicos que unem a resina composta às cavidades. As versões mais simplificadas tanto dos convencionais quanto dos autocondicionantes possuem características mais hidrofílicas, e isso implica clinicamente restaurações mais propensas a falhas. A avaliação da eficácia clínica destes materiais é realizada em restaurações de lesões cervicais não cariosas. Essas lesões são utilizadas, pois possuem características favoráveis, como margens cavitárias em esmalte e dentina, expulsividade, fácil acesso e não retentivas, sendo a retenção do material muito dependente de um bom sistema adesivo. O presente trabalho é um relato das intercorrências clínicas em um paciente no qual 20 restaurações de LCNCs foram realizadas, sendo 10 com autocondicionante de passo único (Adper Prompt L-pop) e 10 com convencional de dois passos (Adper Single Bond). As primeiras restaurações foram realizadas no ano 2005. Durante o período de acompanhamento houve a necessidade de onze substituições, cinco destas utilizando-se sistema adesivo Adper Single Bond e seis, Prompt L- Pop. As falhas clínicas mais significativas observadas foram descoloração marginal e adaptação. No quesito retenção, todas estavam presentes em boca, porém, cinco apresentavam acentuada descoloração nas margens, a qual não foi eliminada apenas com acabamento e polimento, portanto, optou-se por sua substituição. Três destas eram feitas com Adper Prompt L-pop e duas, com Adper Single Bond. Percebe-se que ambos os materiais apresentaram um desempenho clínico similar ao longo do tempo, não demonstrando diferenças significantes. A forma metódica de como os adesivos são aplicados torna-se mais importante que as características do material.

Palavras-chave: Adesivo dentário. Longevidade. Restauração.

Biografia do Autor

Roberto César Do Amaral, UNOESC
Mestre em Dentística Restauradora (UEPG/PR); Doutorando em Dentitíca Restauradora (UnG/SP); Professora dos componentes de Dentistíca e ClÍnica Integrada (UNOESC-SC); roberto.amaral@unoesc.edu.br
Bruna Eliza De Déa, UNOESC
Especialista em Odontopediatria; Mestrando em Dentística Restauradora; Professora do Curso de Odontolgia da UNOESC-SC; bruna.dedea@unoesc.edu.br

Referências

AL –EHAIDEB, A; MOHAMMED, H. Shear bond strength of “one bottle” dentin adhesives. J Prosthet Dent. 2000.

BARATIERI, L.N; JÚNIOR, S.M. Odontologia restauradora fundamentos e técnicas. 1. ed. São Paulo: Santos, 2012.

BARBOSA, L.P.B; JÚNIOR, R.R.P; MENDES, R.F. Lesões cervicais não cariosas: etiologia e opções de tratamento restaurador. Revista de dentística online. 2012. Disponível em <http://coral.ufsm.br/dentisticaonline/0809pdf >. Acesso em: 22 mai.2014.

BARBOSA, K; D’AVILLA, S. Sistemas adesivos dentários em lesões cervicais não cariosa: Decisão clínica baseada em evidências científicas . Arquivo Brasileiro de Odontologia. 2012

BITTENCOURT, D.D; LOGUERCIO, A.D; REIS, A. Use of total – etching two-steps versus self-etching adhesives in restorations of non-carious lesions: a 48-month case follow-up. Clinica-international journal of Brazilian dentistry, São José, v.3, n.3,p.264-273, jul/set. 2007.

CARVALHO, R. M. et al. Adhesive permeability affects coupling of resin cements that utilize self-etching primers to dentine. J Dent. Jan. 2004.

FRANCO, A. et al. Adesivos Dentinários. Universidade Estadual de Ponta Grossa- odontologia. Porto alegre p. 429-436, out./dez. 2008.

FRANKENBERGER et al . Dentin adhesives: a microtensile bond strength and morphological study. Dent Mater. p.373-80. 2001.

FREITAS, S.A. Analise Clinica Radiográfica e de Ansiedade –traço de pacientes com bruxismo atendidos na Clínica do Estagio Supervisionado em Odontologia da Universidade Federal do Piauí ( Dissertação de Mestrado) – Curso de Mestrado em Ciências da Saúde UFPI – 2004. Disponível em <http://coral.ufsm.br/dentisticaonline/0809.pdf >. Acesso em: 21.mai.2014

LOGUERCIO, A.D; REIS, A. Materiais Dentários Diretos dos fundamentos à aplicação clínica. 1. ed. São Paulo: Santos, 2013.

MIYAZAKI, M. et al. Determination of residual double bonds in resin-dentin interface by Raman spectroscopy. Dent Mater. 2003.

PEUMANS, M. et al. Clinical effectiveness of contemporary adhesives: a systematic review of current clinical trials. Dent Mater p. 64-81. 2005.

VAN MEERBEEK, B. et al. Buonocore memorial lecture: adhesion to enamel and dentin—current status and future challenges. Oper dent. mai/jun. 2003.

Publicado
07-03-2016
Como Citar
Gobbi, J. R., Sprandel, M., Do Amaral, R. C., & De Déa, B. E. (2016). ACOMPANHAMENTO CLÍNICO POR OITO ANOS DA EFICÁCIA DOS SISTEMAS ADESIVOS EM LCNC: RELATO DE CASO. Ação Odonto, 3(2), 51-60. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/acaodonto/article/view/6196