Uso de dispositivos intraorais para o tratamento de disfunções

Autores

  • Alexandre Balestrin Silva

Resumo

 

Para um correto funcionamento das funções fisiológicas de mastigação e fala, é necessário haver um equilíbrio anatômico e funcional do sistema estomatognático, pois sem isto ocorrem disfunções às quais o uso de aparelhos intraorais são recomendados para auxiliar e retificar o funcionamento incorreto do complexo orofacial. Neste trabalho teve-se como objetivo entender o funcionamento dos dispositivos intraorais aplicados na Odontologia, além de demonstrar os efeitos benéficos e as formas de tratamento para as disfunções. A revisão de literatura foi realizada por meio de artigos encontrados na base de dados Scielo e Portal de Periódicos CAPES. Mediante uma análise clínica detalhada, os dispositivos intraorais são feitos especialmente para cada necessidade, que pode ser uma disfunção anatômica dificultando a oclusão, fala e mastigação, como os desvios ósseos de linha média inferior, falta de espaço na arcada originando um apinhamento dental, no qual o aparelho ortodôntico atua corrigindo por meio do tracionamento dos elementos dentários, gerando uma pequena reabsorção óssea pelos osteoclastos, criando um espaço para que o dente se mova até a posição desejada. Na parte óssea desgastada, o organismo busca compensar com os osteoblastos, células que induzem a formação óssea, deixando o dente sem mobilidade. Distúrbios respiratórios influenciados por fatores genéticos e comportamentais associados à obesidade interferem na qualidade de vida, como a apneia do sono, obstrução total, ou a hipopneia, obstrução parcial das vias aéreas superiores. Assim, o uso de dispositivos intraorais apenas impede o fechamento das vias aéreas superiores pela base da língua com a parede posterior da faringe, aumentando a abertura por meio de uma protrusão da mandíbula ou succionando a língua anteriormente. Suas complicações são resolvidas conforme o ajuste do aparelho. Desse modo, conhecer os dispositivos e seu funcionamento auxilia na prática odontológica diária, no tratamento das disfunções e promove o equilíbrio funcional orofacial.

 

Palavras-chave: Disfunção. Dispositivos. Intraorais. Tratamento.


Downloads

Publicado

11-09-2018

Como Citar

Silva, A. B. (2018). Uso de dispositivos intraorais para o tratamento de disfunções. Ação Odonto. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/acaodonto/article/view/17231

Edição

Seção

Resumo Categoria II