Avaliação da microinfiltração de materiais restauradores provisórios utilizados em endodontia

  • Maria Luiza Traiano UNOESC

Resumo

A criação e manutenção da cadeia asséptica é condição imperativa para o sucesso do tratamento endodôntico. Ela é alcançada por um selamento temporário ou definitivo efetivo da cavidade endodôntica, impossibilitando a recontaminação dos canais radiculares entre as sessões do tratamento ou no final deste. A restauração provisória visa à manutenção da limpeza do canal radicular, e tem por objetivo atuar como uma barreira física impedindo a passagem de microrganismos e fluidos bucais para o interior do canal radicular. O objetivo com o presente estudo foi investigar a microinfiltração coronal marginal de materiais restauradores provisórios utilizados em dentes tratados endodonticamente. Este trabalho de pesquisa tem como escopo um estudo experimental (in vitro) de abordagem qualitativa. Foram utilizados 42 dentes humanos, do grupo dos caninos. Quarenta elementos foram tratados endodonticamente e designados aleatoriamente para um grupo restaurador provisório, sendo dispostos da seguinte maneira: Grupo I: Resina Composta Convencional Z250® (3m ESPE); Grupo II: Cimpat Rosa® (Septodont); Grupo III: Cavitec® (CaiTHEC); Grupo IV: Bioplic® (Biodinâmica); Grupo V: Ionofil Plus® (VOCO). Os dois dentes restantes fizeram parte do grupo controle, um positivo e outro negativo. Após a restauração, os dentes foram imersos em solução de Azul de Metileno a 1% e levados a uma estufa a 37 °C por um período de 72 horas. Os dentes foram seccionados longitudinalmente, e em seguida, a infiltração foi medida em milímetros. Os resultados obtidos foram que o Cimpat® alcançou o melhor desempenho, exibindo 1 mm de infiltração em quase todas as espécimes, diferente do Ionofil Plus®, que teve infiltração linear total de corante na cavidade. Dessa forma, constata-se que nenhum dos materiais utilizados na pesquisa foi capaz de vedar completamente a cavidade, já que todos os espécimes apresentaram algum grau de infiltração do corante azul de metileno.

Palavras-chave: Endodontia. Restauração dentária temporária. Infiltração dentária.

Biografia do Autor

Maria Luiza Traiano, UNOESC

Área de Ciências Biológicas da Saúde

Curso de Odontologia

Referências

REFERÊNCIAS

AHLBERG, K. M.; ASSAVANOP, P.; TAY, W. M. A comparison of the apical dye penetration patterns shown by methylene blue and india ink in root-filled teeth. Int Endod J, Oxford, v. 28, n. 1, p. 30-4, jan.1995.

BALTO, Hanan. An Assessment of Microbial Coronal Leakage of Temporary Filling Materials in Endodontically Treated Teeth. Journal of Endodontics, v. 28, n. 11, nov. 2002.

BITENCOURT, Paloma Mariana Ramos; BRITTO, Maria Leticia Borges; NABESHIMA, Cleber Keiti. Avaliação do selamento provisório de dois cimentos provisórios fotopolimerizáveis utilizados em Endodontia. RSBO. 7(3): 269-74, Jul-Sep 2010.

BITENCOURT, Paloma Mariana Ramos; BRITTO, Maria Leticia Borges; NABESHIMA, Cleber Keiti. Comparação da Qualidade de Selamento Periférico de Diferentes Materiais Restauradores Provisórios. Revista Odontologia da Universidade Cidade de São Paulo. 22(3): 223-8, set-dez 2010.

BIOPLIC Restaurador Temporário Fotopolimerizável, Bula. Diponivel em: <http://www.biodinamica.com.br/biblioteca/files/bioplic/bula-bioplic.pdf >. Acesso em: 16 de Outubro de 2016.

BRANDÃO, Christian Giampietro. Confiabilidade dos testes de infiltração apical com azul de metileno, rondamina B e sistema de transporte de fluido em obturação de canais após o uso do curativo com hidróxido de cálcio. [tese] Bauru: Faculdade de odontologia de Bauru/USp; 2005.

CARVALHO, Gustavo Lopes et al. Avaliação da infiltração marginal em dois cimentos provisórios em dentes com e sem preparo do bisel do ângulo cavo superficial, Ciência Odontológica Brasileira, Taubaté, v. 7, n. 2, p. 41-46, abr./jun. 2004.

CARVALHO, Erica dos Santos; MALVAR, Maria de Fátima Gesteira; ALBERGARIA, Sílvio José. Avaliação da infiltração marginal de quatro seladores provisórios após a utilização de substâncias químicas auxiliares da instrumentação endodôntica. Rev. Fac. Odontol. Porto Alegre, v. 49, n. 3, p. 20-23, set./dez. 2008.

CAVITEC. Obturador Temporário. Diponivel em: <http://caithec.com.br/produtos/19/CAVITEC%20%E2%80%93%20OBTURADOR%20TEMPOR%C3%81RIO>. Acesso em: 19 de Outubro de 2016.

CHAVES, Carolina de Andrade Lima et al.; Avaliação “in vitro” de materiais empregados no vedamento do terço cervical da obturação e assoalho da câmara pulpar. Ciência Odontológica Brasileira, São José dos Campos, v. 10, n. 3, p. 74-80, jul./set. 2007.

ÇIFTÇI, Aytül; VARDARLI, Didem Argun; SÖNMEZ, Isıl Saroglu. Coronal microleakage of four endodontic temporary restorative materials: An in vitro study. Oral Surg Oral Med Oral Pathol Oral Radiol Endod, v. 108, n. 4, p. 67-70, oct. 2009.

CIMPAT BRANCO E ROSA. Cimento para restauração provisória, bula. Diponivel em: <http://www.septodont.com.br/sites/default/files/Cimpat_Bula.pdf>. Acesso em: 10 de Outubro de 2016.

COUTO, Paulo Henrique Amêndola et al. Avaliação in vitro da microinfiltração coronária em cinco materiais seladores temporários usados em endodontia. Arqu. Bras. Odontol. 6(2):78-88, 2010.

ESTRELA, Cyntia Rodrigues de Araújo, et.al. Infiltração microbiana em dentes portadores de restaurações provisórias. Robrac. 17(44):138-145, 2008.

FERRAZ, Eduardo Gomes et al. Selamento de cimentos provisórios em endodontia. RGO, Porto Alegre, v. 57, n.3, p. 323-327, jul./set. 2009.

FILTEK™ Z250 XT. Resina Composta Convencional Nano-híbrida. Diponivel em: <http://www.3m.com.br/3M/pt_BR/3m-do-brasil/todos-os-produtos-3m-do-brasil/~/Filtek-Z250-XT?N=5002385%208707795%208707799%208710720%208711017%208711722%208713393%203294736292&rt=rud>. Acesso em: 19 de Outubro de 2016.

FRACASSI, Larissa Dantas et al. Comparação radiográfica do preenchimento do canal radicular de dentes obturados por diferentes técnicas endodônticas. Rev Gaúcha Odontol., Porto Alegre, v. 58, n. 2, p. 173-179, abr./jun. 2010.

GEKELMAN, Diana et al. Microinfiltração de Quatro Selamentos Endodônticos provisórios após a Termociclagem. ECLER Endod, São Paulo, v.1, n.1, jan./apr. 1999.

GHISI, Alexandre Corrêa; PACHECO, João Felipe Mota. Estudo in vitro da microinfiltração coronária em materiais restauradores temporários usados em Endodontia. Rev Odonto Ciên, v.17, n.35, p.62-71, 2002.

GIL, Anderson Carlos et al. Comparação da Capacidade de Selamento de Três Materiais Restauradores Provisórios. Revista UNINGÁ, Maringá – PR, n.22, p.71-79, out./dez. 2009.

GONÇALVES, Elvira Maria Borges; SILVA, Silvio José Albergaria da; ARAÚJO, Roberto Paulo Correia de. Avaliação da eficácia obturadora do Coltosol® e do IRM® no selamento provisório de dentes sob intervenção endodôntica. R. Ci. med. biol., Salvador, v.11, n.2, p.154-158, mai./set. 2012

IONOFIL PLUS. Cimento de ionómero de vidro, bula. Diponivel em: <http://www.voco.com.br/br/product/Ionofil-Plus/Instrucoes-de-utilizacao.pdf>. Acesso em: 19 de Outubro de 2016

JUNG, Dong-Ho et al. Microleakage of endodontic temporary restorative materials under dynamic loading. J Korean Acad Conserv Dent.33:198–203, 2008.

KAMPFER, JTN.; GÖHRING, T.; ZEHNDER, M.; ZEHNDER, A. Leakage of food-borne Enterococcus faecalis through temporary fillings in a simulated oral environment. Int Endod J. 40: 471- 7, 2007.

LOPES, Hélio Pereira; SIQUEIRA JR., José Freitas. Endodontia: Biologia e técnica. 3. ed.Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan, 2010. cap. 14, 16.

MACEDO, Renata Gomes; NABESHIMA, Cleber Keiti; BRITTO, Maria Leticia Borges. Microinfiltração do óxido de zinco e eugenol e do cimpat® rosa como restaurador provisório. Arq bras odontol. 5(2):49-52, 2009.

MALMEGRIN, Luiza de Almeida et al. Estudo comparativo da capacidade seladora de um fotopolimerizável temporário. Rev Assoc Paul Cir Dent. 62(1):44-8, jan.-fev 2008.

NABESHIMA, Cleber Keiti; BRITTO, Maria Leticia Borges. Avaliação da resistência do Cimat Rosa como restauração temporária durante o tratamento endodôntico. International Journal of Dentistry, Recife, v. 7, n. 3, p. 158-161, jul./set. 2008.

OLIVEIRA, Eliane Cristina Gulin; PÉCORA, Jesus Djalma; FRAGA, Sylvio de Campos. Avaliação in vitro da infiltração marginal de alguns materiais seladores provisórios. Assoc Paul Cir Dent, v. 58, n. 4, p. 301-305, jul./ago. 2004.

OLIVEIRA, Eliane Cristina Gulin de et al. Estudo in vitro da infiltração marginal de alguns materiais Restauradores provisórios avaliados através da ciclagem térmica. Rev. Fac. Odontol. Lins, Piracicaba, v. 17, n. 1, p. 33-38, 2005.

OLIVEIRA, Elias P. M. et al. Infiltração Coronária em Dentes Tratados Endodonticamente e com Perda da Restauração Provisória. Rev Odontol Bras Central. 19(51), 2010.

OLIVEIRA, Milene de et al. Microinfiltração coronária de materiais restauradores provisórios em dentes tratados endodonticamente. HU Revista, Juiz de Fora, v. 37, n. 1, p. 103-109, jan./mar. 2011.

RUYS, Chrystian Teoli; BRITTO, Maria Letícia Borges. Evolução dos cimentos provisórios durante o Tratamento Endodôntico. Índice de Trabalhos do Endonline 2011. Disponível em: <http://www.biodinamica.com.br/uploads/artigos/bioplic12.pdf> Acesso em : 10 de Outubro de 2016.

SEIXAS, Fábio Heredia et al. Avaliação ex vivo da microinfiltração marginal coronária de restauradores provisórios usados em endodontia. RFO, São Paulo, v. 13, n. 3, p. 31-35, set./dez. 2008.

SEIXAS, Fábio Heredia et al. Avaliação da Microinfiltração Coronária de Três Materiais Utilizados na Restauração Provisória da Cavidade Endodôntica: Estudo in Vitro. Rev Odontol Bras Central. 19(49), 2010.

SHINOHARA, André Luis et al. Avaliação in vitro da infiltração marginal de alguns materiais seladores provisórios submetidos à ciclagem térmica. JBE J Bras Endodontia. 5(16):79-85, 2004.

SOARES, Ilson José; GOLDBERG, Fernando. Endodontia: Técnicas e Fundamentos. 2. ed. Porto Alegre: Artmed. 524 p., 2011.

SOARES, Eduarda de Oliveira Nunes; SILVEIRA, Joaquim Carlos Fest da;

NAGATO, Akinori Cardozo. Avaliação da infiltração marginal de quatro seladores temporários em endodontia. Rev. Odontol. Univ. Cid. São Paulo; 25(2): 98-106, 2013.

SOUZA, Tatiana F.; SILVEIRA, Joaquim C. F.; RANGEL, Luiz Felipe Gilson de Oliveira. Avaliação da Eficácia de Dois Materiais Seladores Provisórios em Endodontia. Revista Pró-univer SUS, Vassouras, v. 2, n. 1, p. 19-30, jan./jun, 2011.

TRAIANO, Maria Luiza; MEZZALIRA, Alessandra; NAVARINI , Analissa Perin. Avaliação da microinfiltração de materiais restauradores provisórios utilizados em endodontia. V Jornada Acadêmica de Odontologia - UNOESC, 2014.

VALERA, Marcia Carneiro Camargo et al. Microinfiltração de materiais restauradores temporários usados durante o clareamento dental interno. Rev Ciênc Odontol Bras. 10 (4):26-31, 2007.

ZAIA, AA et al. An in vitro evaluation of four materials as barriers to coronal microleakage in root-filled teeth. Int Endod J. 35(9):729-34, 2002.

ZANCAN, Rafaela Fernandes et al. Seladores coronários temporários usados em endodontia: revisão de literatura. SALUSVITA, Bauru, v. 34, n. 2, p. 353-370, 2015.

Publicado
20-03-2018
Como Citar
Traiano, M. L. (2018). Avaliação da microinfiltração de materiais restauradores provisórios utilizados em endodontia. Ação Odonto, (2). Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/acaodonto/article/view/15978
Seção
Artigo original/pesquisa