Como motivar o paciente periodontal a cessar o tabagismo?

  • Rafael Luís Usinger Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Amanda Fiorelli
  • Acir José Dirschnabel
  • Marcelo da Silva Muniz
  • Soraia Almeida Watanabe Imanishi

Resumo

O tabagismo é o maior fator de risco na prevalência, extensão e gravidade da periodontite. Diante disso, é cada vez mais difícil dissociar a cessação do tabagismo como parte integral do tratamento periodontal. Objetiva-se realizar, a partir de uma revisão de literatura, as linhas de orientações para o atendimento odontológico de pacientes periodontais tabagistas, delineando o abandono do hábito. Foram utilizados artigos das plataformas de pesquisa da Comissão de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Scielo e Pubmed. Estudos sugerem que intervenções feitas por cirurgiões-dentistas geralmente obtêm mais êxito, pois o profissional consegue se aproximar mais do paciente. Ainda, o paciente capta as ações realizadas pelo cirurgião-dentista com o propósito de abandono do vício como algo positivo. Atualmente, existem várias estratégias que podem ser empregadas, entre elas: o aconselhamento, que pode ser utilizado quando o profissional percebe que o paciente tem vontade de cessar o hábito; a técnica dos 5 As, mais indicada para quem quer parar de fumar, todavia, quando o paciente não tem vontade de abandonar o hábito, esta técnica é ineficaz. Nesse tipo de situação é indicada a técnica dos 5 Rs. A técnica STAR ajuda o paciente a lidar com as crises de abstinência que ele pode vir a sofrer. Outras técnicas que consistem apenas no diálogo também têm sido recomendadas, como a entrevista motivacional. Ressalta-se nesse contexto o papel do SUS como um aliado importante na tarefa de cessação do tabagismo, oferecendo tanto apoio psicológico quanto farmacológico. Conclui-se que o cirurgião-dentista, quando assume ser um verdadeiro profissional da saúde, pode representar uma peça fundamental para que seu paciente tabagista alcance a cessação do hábito com êxito.

Palavras-chave: Tabagismo. Doença periodontal. Motivação.

Referências

BRASIL. Sistema Único de Saúde. Metodologia do Tratamento do Tabagismo no SUS. Disponível em: <http://www.saude.sp.gov.br/resources/cve-centro-de-vigilancia-epidemiologica/areas-de-vigilancia/doencas-cronicas-nao-transmissiveis/doc/dcnt/metodologia_do_tratamento_do_tabagismo_no_sus.pdf. Acesso em 03 jun. 2017.

ROSA, Ecinele Francisca et al. O Papel do Cirurgião-dentista no Abandono do Hábito de Fumar. Revista Periodontia, Rio de Janeiro. v. 19, n. 4, dez. 2009. Disponível em: <http://www.revistasobrape.com.br/arquivos/dez_2009/artigo10.pdf> Acesso em: 03 jun. 2017.

PANUTTI, Cláudio Mendes. Auxílio à cessação de tabagismo deve fazer parte do tratamento periodontal. Revista Implant News Perio, São Paulo. Disponível em: <http://www.inpn.com.br/InPerio/Materia/Index/415> Acesso em 03 jun. 2017.

Publicado
14-03-2018
Como Citar
Usinger, R. L., Fiorelli, A., Dirschnabel, A. J., Muniz, M. da S., & Imanishi, S. A. W. (2018). Como motivar o paciente periodontal a cessar o tabagismo?. Ação Odonto, (2). Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/acaodonto/article/view/15881
Seção
Resumo Categoria II