Reações alérgicas a medicamentos de uso odontológico

  • Shawana Stephanie Mayer UNOESC
  • Gabriela Ceron
  • Cristina Regina Bastian Giroldi
  • Laura Borges Hernandez
  • Matheus Arruda de Souza
  • Anderson Nardi

Resumo

Todas as drogas são capazes de desencadear reações orgânicas, tanto benéficas quanto nocivas. As reações adversas aos medicamentos dependem do fármaco, da dose administrada, da farmacocinética, da farmacodinâmica e da predisposição individual. As alterações são bastante variáveis, incluindo desde eritema na pele até reação de anafilaxia. No presente trabalho teve-se como objetivo descrever as reações de hipersensibilidade desencadeadas por medicamentos de uso odontológico. A pesquisa bibliográfica foi realizada por meio da revisão em livros de Farmacologia aplicada à Odontologia, além de artigos encontrados nas bases de dados SciELO e Portal de Periódicos CAPES. As reações alérgicas aos medicamentos representam um terço de todas as reações adversas e têm sido uma causa importante de morbidade e mortalidade, constituindo-se em grave problema de saúde pública. Na maioria dos casos odontológicos, as reações alérgicas ocorrem com determinados grupos de medicamentos: antibióticos, analgésicos e anti-inflamatórios não esteroidais (AINEs). Para os analgésicos opioides e não opioides, relatam-se casos de hipersensibilidade pelos seguintes princípios ativos: dipirona, paracetamol, Aspirina® (Ácido Acetilsalicílico) e AINEs em geral. Nos casos relatados incluindo os analgésicos opioides, o efeito mais comum é a depressão respiratória, englobando também a liberação de histamina. As reações de hipersensibilidade que mais ocorrem entre os analgésicos não opioides são angioedemas, urticárias e broncoespasmos. Os antibióticos induzem à morte das bactérias, porém, os principais efeitos indesejáveis são as urticações, arritmias cardíacas e choque. O choque anafilático é considerado uma hipersensibilização rara e, algumas vezes, pode ser fatal, pois tem a possibilidade de desenvolver insuficiência cardiovascular e respiratória. Para o tratamento é indicada a suspenção do medicamento e o aviso imediato ao profissional da saúde. O conhecimento das características das reações alérgicas aos medicamentos de uso odontológico e da conduta mais apropriada que deve ser tomada pelo cirurgião-dentista determina o sucesso do diagnóstico e da orientação do paciente.

Palavras-chave: Hipersensibilidade. Medicamentos. Odontologia.

Publicado
14-03-2018
Como Citar
Mayer, S. S., Ceron, G., Giroldi, C. R. B., Hernandez, L. B., Souza, M. A. de, & Nardi, A. (2018). Reações alérgicas a medicamentos de uso odontológico. Ação Odonto, (2). Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/acaodonto/article/view/15879
Seção
Resumo Categoria I