CRESCIMENTO GENGIVAL

  • Angela Maria Tomasi UNOESC- Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Catiane Moterle UNOESC- Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Margarete Pedrozo Benemann UNOESC- Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Sabrina Cavalheiro UNOESC- Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Acir José Dirschnabel UNOESC- Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Marcelo Muniz UNOESC- Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Soraia de Almeia Watanabe UNOESC- Universidade do Oeste de Santa Catarina

Resumo

A busca pelo sorriso perfeito tem sido o desejo da maioria da população, porém, para se alcançar um sorriso agradável é necessário haver simetria dos lábios, contorno gengival e dentes. Portanto, qualquer aumento da gengiva pode comprometer a harmonia do sorriso. Foi realizada uma revisão de literatura na base de dados Revistas Brasileira de Cirurgia e Periodontia, Revista Periodontia e Colloquium Vitae, através de artigos publicados entre 2003 a 2012, descrevendo sobre aumento gengival. O crescimento gengival é caracterizado pelo aumento exacerbado da proliferação celular, podendo ser causado pelo uso de alguns medicamentos, como anticonvulsivantes, anti-hipertensivos ou antiepiléticos, como a fenitoína. A droga atua sobre as células, aumentando a síntese protéica e a produção de colágeno, sem o remodelamento da matriz. Porém, seu desenvolvimento está diretamente associado ao acúmulo de biofilme. Existem fatores de risco que predispõem os indivíduos ao crescimento gengival, tais como a leucemia e hereditariedade. O excesso de tecido gengival não causa somente problemas estéticos, mas também funcionais, como por exemplo, a diminuição da proteção da função mastigatória e bolsas periodontais falsas contribuindo para doença periodontal. O resultado estético satisfatório pode ser conseguido por meio de cirurgia periodontal, visando além da estética, a manutenção do periodonto saudável. As opções de tratamento passam por cirurgia a laser, que tem um resultado imediato, por eletrociurgia que não é muito utilizada devido aos prejuízos causados e por gengivectomia convencional, que tem a finalidade de refazer o contorno gengival, remover o tecido de granulação e aumentar a coroa clínica. Ela se destaca por ser simples, apresentando mínimo risco de reabsorção óssea e baixo custo.  No entanto, um bom diagnóstico é imprescindível para a conquista de bons resultados. A gengivectomia é hoje considerada como uma técnica restrita, embora de muito valor quando bem indicada, principalmente nos casos de aumento gengival.

 

Palavras-Chave: Aumento gengival. Cirurgia. Periodonto. 

Biografia do Autor

Angela Maria Tomasi, UNOESC- Universidade do Oeste de Santa Catarina

 CRESCIMENTO GENGIVAL

 

TOMASI, Angela Maria;

MOTERLE, Catiane;

BENEMANN, Margarete Pedrozo;

CAVALHEIRO, Sabrina;

DIRSCHNABEL, Acir José;

MUNIZ, Marcelo da Silva;

IMANISHI, Soraia Almeida Watanabe.

Curso: Odontologia

Área do conhecimento: Ciências da Vida

 

A busca pelo sorriso perfeito tem sido o desejo da maioria da população, porém, para se alcançar um sorriso agradável é necessário haver simetria dos lábios, contorno gengival e dentes. Portanto, qualquer aumento da gengiva pode comprometer a harmonia do sorriso. Foi realizada uma revisão de literatura na base de dados Revistas Brasileira de Cirurgia e Periodontia, Revista Periodontia e Colloquium Vitae, através de artigos publicados entre 2003 a 2012, descrevendo sobre aumento gengival. O crescimento gengival é caracterizado pelo aumento exacerbado da proliferação celular, podendo ser causado pelo uso de alguns medicamentos, como anticonvulsivantes, anti-hipertensivos ou antiepiléticos, como a fenitoína. A droga atua sobre as células, aumentando a síntese protéica e a produção de colágeno, sem o remodelamento da matriz. Porém, seu desenvolvimento está diretamente associado ao acúmulo de biofilme. Existem fatores de risco que predispõem os indivíduos ao crescimento gengival, tais como a leucemia e hereditariedade. O excesso de tecido gengival não causa somente problemas estéticos, mas também funcionais, como por exemplo, a diminuição da proteção da função mastigatória e bolsas periodontais falsas contribuindo para doença periodontal. O resultado estético satisfatório pode ser conseguido por meio de cirurgia periodontal, visando além da estética, a manutenção do periodonto saudável. As opções de tratamento passam por cirurgia a laser, que tem um resultado imediato, por eletrociurgia que não é muito utilizada devido aos prejuízos causados e por gengivectomia convencional, que tem a finalidade de refazer o contorno gengival, remover o tecido de granulação e aumentar a coroa clínica. Ela se destaca por ser simples, apresentando mínimo risco de reabsorção óssea e baixo custo.  No entanto, um bom diagnóstico é imprescindível para a conquista de bons resultados. A gengivectomia é hoje considerada como uma técnica restrita, embora de muito valor quando bem indicada, principalmente nos casos de aumento gengival.

 

Palavras-Chave: Aumento gengival. Cirurgia. Periodonto.

 

angelaa93@hotmail.com

soraia.imanishi@unoesc.edu.br

 

( ) Categoria I: Primeira, Segunda e Terceira fases

( x ) Categoria II: Quarta, Quinta e Sexta fases

( ) Categoria III: Sétima, Oitava e Nona e Décima fases

 

( ) Modalidade tema livre

( x ) Modalidade painel/pôster/banner

( ) Modalidade mesa demonstrativa

( ) Modalidade TCC

( ) Modalidade teatro

Referências

LINDHE, Jan. Tratado de periodontia clinica e implantodontia oral: Cirurgia periodontal: Acesso Cirurgico. 4ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan S.A, 2005. pág. 503.

PIRES, V. Caio, et al. Procedimentos pláticos periodontais em pacientes com sorriso gengival: relato de caso. Revista Periodontia, Belém PA. v. 20, n. 01, pág. 48-53, 2010.

PRÁ, D. J. Ketelin. O tratamento cirurgico da hiperplasia gegival causada por fenítoina: Curso de Odontologia da Universidade Estadual de Londrin, Londrina, pág. 01-42, 2012.

OLIVEIRA, A. R. Sheyla, et al. Cirurgia periodontal ressectiva valorizando o sorriso gengival: Relato de caso clínico. Colloquium Vitae, Presidente Prudente, SP. v.4, n.2, pág. 118-128, 2012.

SOUSA, P. Cliciane, et al. Estética periodontal: Relado de caso. Revista Brasileira de Cirurgia e Periodontia, Araraquarara, SP. pág. 262-267, 2003.

Publicado
10-10-2016
Como Citar
Tomasi, A. M., Moterle, C., Benemann, M. P., Cavalheiro, S., Dirschnabel, A. J., Muniz, M., & de Almeia Watanabe, S. (2016). CRESCIMENTO GENGIVAL. Ação Odonto, (1). Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/acaodonto/article/view/10519
Seção
Resumo Categoria II