USO DE PLACA MIORRELAXANTE EM PACIENTE COM FIBROMIALGIA- RELATO DE CASO

  • Nathalia Dalle Laste Gehlen
  • Caroline Peixoto
  • Rodrigo Cecconello
  • Soraia Maria Hack Comunello
  • Lea Maria Franceschi Dallanora

Resumo

Síndrome da Fibromialgia (SFM) é definida como um conjunto de sinais e sintomas de etiologia desconhecida que podem estar associados a diversas doenças, afetando principalmente o sexo feminino e caracteriza-se por uma dor crônica em vários pontos do corpo e se manifesta especialmente nas articulações. O presente relato de caso tem como objetivo associar o tratamento não medicamentoso da dor temporomandibular em paciente portador de SFM, através da confecção de uma placa estabilizadora.  Paciente M.R., de 25 anos compareceu a clínica integrada I da UNOESC de Joaçaba para atendimento odontológico, ao exame clínico relatou ser portadora da síndrome da fibromialgia. Avaliada fisicamente notou-se a necessidade de uma intervenção já que a mesma relatava muita dor próxima ao ouvido de ambos os lados, dor e dificuldade na abertura bucal impossibilitando-a por muitas vezes em realizar procedimentos básicos de higiene oral. Após realizada a completa anamnese e inspeção dos trigger points, iniciou-se a confecção do aparelho intra oral, que tem como objetivo promover o relaxamento muscular facial, consequentemente, diminuindo a dor. A placa foi instalada e ajustada em relação cêntrica, proporcionando um alivio das contrações musculares já no segundo dia de uso assim relatada pela paciente. As principais características  da SFM são as dores crônicas e a sensibilidade ao toque e à compressão de pontos no corpo, os “trigger points”. Esse conjunto de sintomas associado aos fatores extrínsecos, como estresse, pode provocas o desencadeamento ou agravamento das Disfunções temporomandibulares (DTM´s). A eficácia desse tratamento parece ocorrer por uma ação local nos músculos da mastigação que leva a diminuição da tensão muscular.  Conclui-se que a associação do tratamento medicamentoso com o não medicamentoso é a mais indicada, considerando que cada paciente deve ser tratado individualmente e deve ainda ter total conhecimento sobre a importância das atividades propostas.

 

Palavras chaves: síndrome de fibromialgia. Placa oclusal.  síndrome da disfunção temporomandibular.

Publicado
10-10-2016
Como Citar
Gehlen, N. D. L., Peixoto, C., Cecconello, R., Comunello, S. M. H., & Dallanora, L. M. F. (2016). USO DE PLACA MIORRELAXANTE EM PACIENTE COM FIBROMIALGIA- RELATO DE CASO. Ação Odonto, (1). Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/acaodonto/article/view/10452
Seção
Resumo Categoria III