GRAPE JUICE STABILITY IN BAG-IN-BOX AND GLASS BOTLLES

  • Aline Thomé Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Cláudia Fogaça Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Fernada Megiolaro Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Edson Luiz de Souza Universidade Federal de Santa Catarina e Universidade Federal de Pelotas
  • Endler Marcel Borges Universidade Federal de São Carlos (2004), Universidade de São Paulo (2006), Universidade Estadual de Campinas.

Resumo

This work studied the composition and sensory properties of grape juice after packaging under different configurations: bag-in-box (BIB) and glass bottles. The experiments were carried out over a period of 210 days and analysis were performed at initial time (just before packaging) and after 30, 60, 90, 120, 150, 180 e 210 days of storage. The samples of grape juice were analyzed for soluble solids content (ºBrix), pH, titratable acidity measurements (meq),  color intensity was determined by the sum of measuring the absorbance of wine at different weave length (420, 520, 620 nm) using a UV–vis. Tint  was determined using the formula (Abs420/Abs520). The total anthocyanins were determined by the pH-differential method. Comparing BIB and glass bottles, in both pH and acid showed the same variations, where acidic get lower with the days pass. BIB shown higher brix than bottles. The total anthocyanins decreased from 240 mg/ 100g just before packaging to 120 mg/100 g after 210 days, the same pattern was observed in both packages. Color index was almost constant during 210 days, while tint shown a slight increase during 210 days in both packages. Thus, we concluded that the grape juice stored in BIB have the same properties of grape juice stored in glass boltless and BIB may be used to substitute glass bottles, which are heaviest and expensive than BIB.

Biografia do Autor

Aline Thomé, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Formada em Engenharia de Alimento pela Universidade do Oeste de Santa Catarina. Atual mestrando do Programa de Pós Graduação em Ciência e Biotecnologia pela Universidade do Oeste de Santa Catarina. Pesquisa e Desenvolvimento na Videplast Industria de Embalagens Flexiveis;

 

Cláudia Fogaça, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Formada em Engenharia de Alimento pela Universidade do Oeste de Santa Catarina. Mestre do Programa de Pós Graduação em Ciência e Biotecnologia pela Universidade do Oeste de Santa Catarina. 

Fernada Megiolaro, Universidade do Oeste de Santa Catarina
Graduada em Biotecnologia Industrial pela Universidade do Oeste de Santa Catarina. Mestre do Programa de Pós Graduação em Ciência e Biotecnologia pela Universidade do Oeste de Santa Catarina. Assistente de Laboratório da Universidade do Oeste de Santa Catarina.
Edson Luiz de Souza, Universidade Federal de Santa Catarina e Universidade Federal de Pelotas
Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal de Santa Catarina, mestrado (2003) e doutorado (2010) em Ciência e Tecnologia Agroindustrial pela Universidade Federal de Pelotas. Atualmente é professor de graduação e do Mestrado em Ciência e Tecnologia, da Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC). Tem experiência na área de Fruteiras de Clima Temperado, Ciência e Tecnologia de Alimentos e Biotecnologia (sucos e bebidas). Também é membro do Núcleo Docente Estruturante (NDE), dos cursos de Biotecnologia Industrial e Engenharia de Alimentos, da UNOESC, Campus de Videira.
Endler Marcel Borges, Universidade Federal de São Carlos (2004), Universidade de São Paulo (2006), Universidade Estadual de Campinas.
Possui graduação em Química pela Universidade Federal de São Carlos (2004), mestrado em Química pela Universidade de São Paulo (2006), doutorado (2011) e pós-doutorado (2013) em Química pela Universidade Estadual de Campinas. Tem experiência com as técnicas de NMR, LC, LC-MS, LC-MS/MS, GC-MS e ICP-MS.

Referências

ANVISA. Agência Nacional De Vigilância Sanitária. Resolução RDC nº 12, de 2 jan. de 2001. Dispõe sobre o regulamento técnico sobre padrões microbiológicos para alimentos. Brasília, 2001.

NATIVIDADE, Mariana Mirelle Pereira. Potencial de sucos integrais de uvas produzidas no vale do são francisco, brasil: caracterização físico-química, atividade antioxidante e avaliação sensorial. Tese (PósGraduação em Ciência dos Alimentos) apresentada à Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014).

SARANTÓPOULOS, C. I. G. L.; Oliveira, L. M.; Padula, M.; Coltro, L.; Alves, R. M. V. & Garcia, E. E. C. Embalagens plásticas flexíveis – principais polímeros e avaliação de propriedades, CETEA/ITAL, Campinas, 2017.

Publicado
20-12-2017
Como Citar
Thomé, A., Fogaça, C., Megiolaro, F., Souza, E. L. de, & Borges, E. M. (2017). GRAPE JUICE STABILITY IN BAG-IN-BOX AND GLASS BOTLLES. Anais eletrônicos Do International Symposium on Science and Biotechnology. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/ISSB/article/view/16165